Juliette faz desabafo após ser vítima de ataques xenofóbicos: “Vão escutar sotaque nordestino sim”

Cantora não aguenta mais ataques contra o seu sotaque

Juliette faz desabafo após ser vítima de ataques xenofóbicos: "Vão escutar sotaque nordestino sim"
(Foto: Reprodução/Instagram)

É inadmissível que nos dias atuais ainda existam ataques xenofóbicos no mundo. Mas, infelizmente, essa realidade existe. A cantora Juliette que o diga, pois ela sofre com esse mal. Em desabafo no Instagram, Juliette fez questão de afirmar que as pessoas terão que rever os seus conceitos, pois vai continuar com o sotaque nordestino em suas publicidades.

“Vão escutar sotaque nordestino em grandes publicidades, sim. São muitos comentários sobre o meu sotaque. ‘Por que ela não muda o sotaque? Por que ela não canta a música como ela é?”

Depois do desabafo em seus stories, Juliette fez uma live na rede social para enaltecer o seu pensamento. Na última sexta-feira (10), Juliette contou que recebeu um convite para dublar um filme, só que uma situação inaceitável aconteceu nos bastidores.

A primeira coisa quando eu entrei no estúdio, uma pessoa falou assim: ‘Só queria te pedir uma coisa, tem como neutralizar um pouquinho seu sotaque?”

Embora o episódio seja inaceitável, Juliette o encarou com uma certa ‘naturalidade’ já que é vítima constante desses comentários. A paraibana faz questão de frisar que “discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”, podem ser considerados crimes de xenofobia.

O desabafo de Juliette comoveu os seus fãs, bem como aqueles que são contra preconceitos, pois a cantora ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter. Portanto, os internautas rapidamente colocaram nas primeiras posições a hashtag ‘sotaque neutro não existe’.

Não é a primeira vez

Não é a primeira vez que a ex-BBB Juliette sofre preconceito por causa do seu sotaque nordestino. Em julho de 2021, Juliette rebateu a fala de Antônia Fontenelle depois de um desabafo contra as agressões do DJ Ivis a sua ex-esposa, Pamella Hollanda. Isso porque, Fontenelle havia classificado as agressões do músico como “Paraibada”.

“Não é força de expressão, é xenofobia. Não existe “ser Paraíba” e “fazer paraibada”. Existe ser PARAIBANA/O, o que sou com muito orgulho. Tire seu preconceito do caminho, que vamos passar com a nossa cultura e não vamos tolerar atitudes machistas e xenofóbicas de lugar algum.”

Campeã do BBB21

Juliette Freire ficou famosa por causa da sua participação no BBB21. Esse é um fato incontestável, só que o mais incrível é que ela conquistou o Brasil ainda no confinamento. Em janeiro, durante uma conversa no Podcats, Juliette disse que assistiu toda a sua trajetória histórica no reality da Globo.

“Assisti tudo que passou na TV, mas é loucura. Eu fiquei com abuso de mim no início, falei ‘como eu gritava’. Eu era chata.”

F5 Notícias

As últimas notícias de todas as celebridades na ponta do seus dedos, para você ler, curtir, compartilhar e amar. Dicas para você ficar sempre por dentro.