Gusttavo Lima nega caso com mulher que diz ter uma filha com o cantor: “Na época, eu só tinha 15 anos”

Eloá Soares pede na justiça o reconhecimento da paternidade de sua filha, Emanoela

Gusttavo Lima nega caso com mulher que diz ter uma filha com o cantor: "Na época, eu só tinha 15 anos"
(Foto: Reprodução)

Algumas coisas parece que só acontecem com o cantor Gusttavo Lima. A novidade da vez é que o cantor está sendo processado por uma mulher que diz ter uma filha de 16 anos com ele. A francana Eloá Soares, de 36 anos, tenta provar na justiça que o cantor é pai de sua filha, Emanoela, de 16.

Segundo a francana, ela ficou grávida do cantor depois de um encontro em uma aula de música em Franca, São Paulo. O encontro teria acontecido em junho de 2004, portanto, quando ela tinha de 18 para 19 anos. Só que nessa época, o cantor Gusttavo Lima estava com os seus 15 anos de idade.

O assunto repercutiu nas redes sociais e chegou aos ouvidos de Gusttavo Lima. Em um show na madrugada deste domingo (20) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Gusttavo Lima se pronunciou sobre a polêmica.

O Embaixador foi direto ao afirmar que não tem base ser pai de uma adolescente já que nem conhecia a cidade de Franca, aos seus 15 anos.

“Agora com 32 anos de idade, ontem eu descobri que eu sou pai de uma filha de 17 anos. Tem base? Pelo menos assim, ela tá falando que eu sou pai, mas na época eu só tinha 15 anos. Nem dinheiro para comprar um lanche eu tinha, quem dirá um motel. Cara, eu vou te contar um negócio pra vocês: eu ainda desisto disso.”

A farmacêutica é natural de Franca, mas mora com a filha em Santos, São Paulo. Ela decidiu processar o cantor no Fórum de Santos depois de não conseguir resolver a situação. De acordo com a Anoreg (Associação dos Notários e Registradores do Brasil), o suposto pai tem 45 dias para reconhecer a paternidade de forma espontânea. Depois do prazo, ele poderá ser chamado para contestar e fazer o exame de DNA.

Juíza decide a favor de cantor

O cantor Gusttavo Lima obteve uma vitória na justiça, só que em processo da música, ‘Bloqueado’. O cantor foi processado por pessoas de três estados por citar um número na música. As pessoas alegavam que estavam sendo vítimas de trotes por causa do número ser o mesmo. Só que na música, o cantor não cita o DDD de nenhum estado.

De acordo com o portal G1, a juíza Tamara Hochgreb Matos decidiu em liminar que o cantor Gusttavo Lima não vai precisar tirar a música do ar. Uma das pessoas que processou o cantor pediu para que a música fosse excluída das plataformas digitais.

F5 Notícias

As últimas notícias de todas as celebridades na ponta do seus dedos, para você ler, curtir, compartilhar e amar. Dicas para você ficar sempre por dentro.