Polícia conclui inquérito e decide não indiciar Neymar por estupro e agressão

A modelo Najila Trindade formalizou acusação contra atleta em maio deste ano

Neymar e Najila Trindade (Foto: Reprodução)

Nesta segunda-feira (29), a delegada titular da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher concluiu o inquérito sobre o caso Neymar. Assim, Juliana Lopes Bussacos decidiu por não indiciar o atleta que é acusado por Najila Trindade de agressão e estupro, conforme as informações do portal G1.

Vale ressaltar que a polícia francesa também vinha investigando o caso Neymar. Assim, os investigadores brasileiros estavam na expectativa de receber as imagens das câmeras de segurança do hotel em Paris. As imagens mostrariam o jogador e a modelo chegando no hotel onde teria ocorrido o suposto crime.

Além disso, a Polícia de São Paulo estava esperando receber o prontuário médico do ginecologista particular de Najila Trindade. Mas, mesmo sem as duas possíveis provas, a delegada do caso decidiu que as informações apuradas nas investigações bastavam para finalizar o inquérito.

Com o encerramento do inquérito, o Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica terá três caminhos a seguir. Assim, as promotoras irão denunciar o atleta, arquivar o inquérito ou solicitar novas investigações no caso. Além disso, o Ministério Público terá 15 dias para se manifestar sobre a decisão.

Relembre o caso

A modelo Najila Trindade teria conhecido o jogador Neymar através do Instagram. Após isso, a modelo conversou com o jogador por meio de um aplicativo de mensagens. Assim, o atleta se interessou na modelo e a convidou para ir a Paris com os custos pagos. Najila Trindade aceitou o pedido do jogador e desembarcou em Paris no dia 15 de maio.

Assim, Neymar se encontrou com a modelo em um hotel luxuoso, em Paris, no qual, teria ocorrido o suposto crime. A modelo retornou ao Brasil no dia 17 de maio, contudo, registrou o BO contra o atleta no dia 31 de maio. Assim, Najila justificou a Polícia Civil da 6ª Delegacia de Defesa da Mulher que teve medo de registrar o boletim de ocorrência em outra nação. Além disso, afirmou que ficou muito abalada com o ocorrido, por isso, teria esperado voltar ao Brasil.

Durante os depoimentos que prestou a polícia, Najila relatou que Neymar foi agressivo no hotel em Paris. A modelo também relatou em depoimento que o seu apartamento foi arrombando, assim, teria sido perdida uma prova crucial para o desvendamento do crime. Isso porque, um tablet contendo informações do crime teria sido furtado.

Fonte: G1

Conheça o autor do artigo:
: As últimas notícias de todas as celebridades na ponta do seus dedos, para você ler, curtir, compartilhar e amar. Dicas para você ficar sempre por dentro.
veja todos os artigos
artigos relacionados Leia também:
especial
Os melhores cartões de 2024 Conteúdo desenvolvido por especialistas em crédito