Gusttavo Lima rejeita conciliação com servidor público que processa o cantor por ter número de celular citado em música

Servidor público afirma que recebe mensagens indevidas por causa da música, “Bloqueado”

(Foto: Reprodução/Instagram)

A música “Bloqueado”, de Gusttavo Lima, é o hit mais tocado nas rádios de todo o Brasil no primeiro semestre de 2022. A canção trouxe vários frutos para o Embaixador sertanejo, porém muita dor de cabeça. Tudo começa com o fato de Gusttavo Lima citar um número aleatório de telefone na música em questão. Por ser um número aleatório para que possa narrar a história de um homem apaixonado, pessoas de várias regiões do país processaram o cantor.

É o caso de um servidor público de Roraima, pois o homem processou Gusttavo Lima por danos morais para que o cantor pague uma indenização de R$ 48,4 mil. A defesa do servidor público alega que o homem recebe muitas mensagens de trotes por causa da divulgação do seu número na música.

De acordo com as informações do portal G1, na última terça-feira (12), houve uma audiência de conciliação entre as partes, mas Gusttavo Lima rejeitou o acordo. Na audiência por videoconferência, a defesa de Gusttavo Lima disse que o cantor é um mero intérprete da música, por isso não pode ser responsabilizado. Também por isso, a defesa do cantor pede a extinção do processo. Ela quer que o cantor pague apenas R$ 5 mil caso haja uma condenação.

A autoria da obra pertence tão somente aos seus criadores e idealizadores (compositores), de forma que o Requerido, na condição de mero intérprete da música, por não ser compositor e, consequentemente, não ter escrito a música, não possui legitimidade para figurar no polo passivo da presente demanda.”

Gusttavo Lima não esteve presente na audiência de conciliação, pois está de férias em Orlando, na Flórida. A defesa do servidor público pede para que seja decretada a revelia do réu. Gusttavo Lima tem até 24 horas para que possa se manifestar sobre a audiência de conciliação. A defesa do servidor público afirma ainda que o homem tem o número há dez anos. Por isso, é determinado que ele apresente as provas do fato.

Processo em três estados

A música “Bloqueado” é motivo de orgulho, mas de preocupação para o cantor Gusttavo Lima. Isso porque, pessoas de três estados processaram o Embaixador por terem o número citado na música. De acordo com o portal R7, pessoas do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul processaram o cantor.

Em janeiro veio à tona a informação de que uma mulher pediu na justiça R$ 105 mil de indenização de Gusttavo Lima. Só que ela também queria que a música fosse retirada das plataformas digitais, o que não aconteceu.

Conheça o autor do artigo:
: As últimas notícias de todas as celebridades na ponta do seus dedos, para você ler, curtir, compartilhar e amar. Dicas para você ficar sempre por dentro.
veja todos os artigos
artigos relacionados Leia também:
especial
Os melhores cartões de 2024 Conteúdo desenvolvido por especialistas em crédito